quarta-feira, junho 15, 2005

15 - Teste do Exame de Proficiência

Chapei com tanta força que acabei não acordando. Na verdade eu acordei às 6:30 como todo dia, pra morgar até às 7:00, mas a cabeça só conseguia acordar pra desligar o snooze do celular. O problema é que o snooze vai até 20 min depois apenas, e acabei acordando na pala 7:30. Acordei tarde, mas por sinal não fui o único. Liguei pro Diogo e acabei acordando a peça:
-Leke, massa? Acordou agora também?
-É, que horas são?
-7:30, vamo tomar café?
-Dá não, tá tarde.
De fato, eu não tinha pensado ainda no fator "colégio". Tá que eu tenho folga suficiente pra chegar lá, dá pra sair umas 8:00 de casa que consegue chegar em tempo, mas como eu ainda tinha que fazer o kakitori da aula de LL resolvi tocar logo e manter a marca de sair de casa 7:45 todo dia. O "café da manhã" foi um pacote de biscoito amanteigado seco que eu comi no caminho pra estação e uma coca-cola que eu tomei metade antes de entrar no trem. Fora o imprevisto de quase não acordar o resto do dia foi bem proveitoso, como minha teoria de dormir 4 horas apenas fala. Eu até gosto da idéia, só que tem uns pequenos problemas: 1- acordar depois do 3º dia fazendo isso; 2- manter-se acordado para dormir apenas 4 horas; 3- aturar a estafa física. Mas o dia foi lucrativo em termos de aprendizado, e é o que tá contando por enquanto.
Putz, eu tenho uma sorte ímpar: nas proximidades do nosso colégio tem uma escola feminina de ensino médio. Sim, aquelas minas com roupas parecendo de anime, ou de hentai se preferirem, de monte num só lugar e sem macho por perto. E geral do nosso colégio iria passar a tarde lá conversando com as minas. Até aí é de boa, a parte triste é que tinham poucas vagas, eu não fui sorteado pra ir e pra completar o Leonardo (corvo) e o Diogo foram. Porra, é de ficar puto ver as fotos que nego tirou lá, mas pensando pelo lado bom, vamos esperar que os coleguinhas coloquem as minas na fita, uma vez que eu duvido muito que eles dêem conta de 100 gurias. Ah, para o pessoal que não foi, rolou um treino do exame de proficiência de japonês nível 4*. De certa forma eu fui bem, mandei 80%, mas tem que melhorar muito ainda. Se eu mantiver essa média para o nível 3 tá beleza, pena que não dá pra fazer a prova de todos os níveis, tu tem que escolher uma e só um ano depois que pode repetir o teste. Acabado o colégio, voltar pra casa.
As proximidades do nosso colégio são um tanto quanto estranhas, volta e meia tem alguma coisa estranha acontecendo. Hoje foi na linha de trem, quando mais uma dupla que perdeu no "verdade ou consequência" resolveu pagar a consequência: um dos caras, com um guarda-chuva fechado, levantou, ficou gritando umas coisas ininteligíveis com uma voz fina muito feia para o que tava sentado e jogou o guarda-chuva no chão com toda força. Não suficiente uma vez, repetiu os sons e jogou o guarda-chuva mais algumas vezes no chão, até que quebrou o cabo e a criança sossegou. Criança não, o cara devia ter uns 20 ou mais anos. Pra completar a tosquice, um outro cara ainda manda um espirro que mais parecia um "Áak!!!". COMO que eu consigo segurar o riso com uma coisa dessas? Os japas já tem a moral de mandar uns espirros escandalosos e engraçados e eu já acostumei com isso, mas volta e meia vem alguma coisa nova na área...
No dormitório rolou o básico: NFSU2 (dei uma adiantaaaaaaaada), fazer nada, ficar comendo e falando besteira na cozinha e depois subir para adiantar um pouco os textos do log. Não deu pra aguentar até muito tarde para o projeto de dormir apenas 4 horas. O sono megahipermotherfucker resolveu bater com força, tive que ceder e dormir 12:30. Será que amanhã vai render?

Exame de Proficiência de Língua Japonesa: são 4 níveis, o 1º é o mais complicado, cobrando uns 2000 kanjis, em seguida vem o 2º com 1000 kanjis, 3º com 300 e o 4º com 100 (se não me engano). E, claro, com gramáticas mais desenvolvidas proporcionalmente ao número de kanjis. É requisitado que no fim deste ano façamos a prova de nível 2. O mínimo é a 2, mas creio eu que minha turma não vai chegar ao ponto de dar o master no nível 2. E, claro, se não passar, Paulinho volta para o Brasil...

6 comentários:

alê disse...

caraca muleke tu entrou 3 vezes na fila pra ser azarado hein...
pow, vê se estuda! sabe q eu te amo e tô morrendo de saudade, mas não quero ver a tua cara aqui no Brasil antes do tempo ;-) e se vc voltar, como vamos conhecer o Japão?
se cuida viu?
beijossss

Marília Melo disse...

Tipo, se eu estiver intromedita d+ é só falar viu? Mas deixa eu fazer uma perguntinha básica... Se vc não fosse passar no tal teste (mas vc vai ;)), a embaixada que pagaria sua passagem de volta ou não? Como q rola isso?

t+

Krol disse...

Graaaaaaaaaande Billy Boy! Pow Murphy é teu amigão hein?! =PPP

Mas aí e a Japinha? estamos todos aki na torcida....e realmente nada se compara a Kemper's haus...

POw Leke estuda q apesar da saudade só quero ver vc aki daki a uns anos....

Se cuida!

Bjocas! =***

Krol

Diogo Souza disse...

po, acho q nao tem rolo nao passar na prova nao... sempre tem o ano seguinte.

laly disse...

Senta o rabo e estuda, eu com 1 ano só consegui nível 3 (tá q só estudava o suficiente, mas enfim...). Nem pensa em voltar antes da hora, se não quem é q vai me arranjar muamba?!!! (to juntando um $$ pra encomendar umas coisas =D) hehehehehe


;*****

Bel =] disse...

Bom nem vo falar p tu estudar pq todo mundo ja falou isso e ta meio batido neh =P hehe entao curta com juizo! heuehuehueheuhe
Bjao =*****