quinta-feira, janeiro 26, 2006

Após o vácuo...



(os novos posts serão colocados depois deste para ficar na ordem, logo confiram abaixo deste se tem alguma coisa nova, ok?)

Aee, beleza galera? Tão bem? Ok, sem pedras, avisei que ia demorar mas acho que me superei um pouquinho, algo como, er, duas semanas? Tá, mas teve motivo (olha o vento chegando...): estava fazendo a bendita enquete, fazendo o painel dela e altas coisas, não que eu não tive tempo livre, mas que ocupou boa parte da minha disponibilidade, ocupou. Hoje apresentamos, foi bacana, mas isso fica pra (quem sabe) este final de semana, que eu traduzo os relatórios e posto as figuras. Se pah eu ainda traduzo as figuras, que não é tão difícil tendo os arquivos do Corel, mas tem que ter a paciência também... veremos. Mas o que importa hoje é Hokkaido, a viagem que fizemos dias 8, 9, 10 e 11. acho que vou colocar em 2 posts pra colocar mais fotos, e provavelmente vai ficar grande ainda assim. Demora compensada por tamanho? hmmmm...

Saímos do dorm, mochila nas costas, rumo à ilha mais fria do Japão. Rumores indicavam temperaturas abaixo de -10ºC, mas o que vem a ser isso? Iríamos descobrir. Começamos bem a viagem, fomos no novo "Avião dos Pokémons" da ANA. Não sei a história direito, mas era um avião inteiro com o motivo "Pokémon", fora era pintado, dentro nos assentos tinham toalhas com o pikachu e sua trupe, as aeromoças usavam aventais também com as ilustrações tiradas do anime... definitivamente isso é Japão mesmo.
Chegamos em Sapporo (salvo engano a cidade mais importante da ilha de Hokkaido), já era de noite, e não chegamos a sentir o frio dentro do aeroporto, mas fora tinha neve bagarai, TUDO branco.

Interessante a paisagem, até a hora que você entra no ônibus que vai te levar até o hotel. Mas 3 horas de ônibus numa rodovia cujas bordas tem morros de neve que muitas vezes superam a altura dos ônibus e ainda está nevando forte fazem o interessante ser assustador ao mesmo tempo. Da-lhe descabaçamento da neve! Ainda tivemos uma parada pra comprar café (onde compramos uma lata de uma coisa de leite e amêndoas, muito boa por sinal) e outra para colocar correntes em virtude da neve pesada.
Chegamos em Niseko, e já víamos snowboarders e esquiadores nas ruas, era noite mas mesmo assim é possível esquiar, e os que estavam lá não pareciam muito iniciantes. Vexa à vista, seguimos à pousada de nome curioso, "Slow Life", onde iríamos passar as próximas 3 noites.

Fizeram um rangoso pra nós lá, chegamos no quarto, desembalei o dvd player e assistimos um filme enquanto o sono não vinha. Rolou também de varejar um Ofurô lá, se tiverem a chance alguma vez, podem ir que vale a pena. Dormimos. Quer dizer, não foi tão fácil assim dormir, uma vez que três cuecas no mesmo quarto conseguem falar merda suficiente para protelar ao máximo o horário de dormir. Já ví que em Tóquio, com os 3 morando juntos, vamos precisar nos educar.
Segundo dia, começamos cedo, 8h já tomando o café e recebendo os snowboards e botas. A bota de astronauta é power, admito que é quente e dá um sentimento de segurança, mas que não deixa de ser TOSCA, não deixa. Chegamos à base da gôndola que levava até uma das descidas, entramos no bondinho e fomos à primeira descida. O que se viu na vídeo-aula se mostrou mais difícil do que se imaginava. A primeira "aventura" foi colocar o pé de base preso no snowboard e o outro deixar livre para, digamos assim, taxiar até o ponto onde começa a descida. Chegando lá, depois de muito esforço, fomos começar o treino básico de controle do board, que não é nada menos que descer com a prancha colocada em perpendicular com a sua trajetória, ou seja, é como se você estivesse com as pernas em posição de "descansar" (militares) e se deslocando pra frente (conhecido também como "backside"). Parece fá-cil, mas é difi-cíl... um belo dia você tem que aprender. Depois de um tempo récorde de descida, algo como mais de 40 min salvo engano, consegui chegar à base. O Diogo e o Leonardo já tinham chegado e subiram em outro nesse tempo, e como eles tavam no meio ainda, resolvi subir e descer também. Não foi tão difícil a segunda, mas mandei muitos Awsome Frost Ollie Mac Twist até chegar novamente à base. Awsome = incrível / frost = congelado / ollie = manobra de pulo / mac = ? / twist = giro. Junta tudo e dá "cair de cara na neve, capotar, dar um rolamento e cair sentado de bunda pronto pra levantar de novo". Tenho que dizer que fiquei um tanto quanto bom em rolamentos lá, porém a perna já estava no final das forças. A propósito, qual é o nome do músculo oposto à panturrilha? É esse maldito, semi-inútil músculo que é usado ao extremo para fazer o controle básico do "backside". Quem tem isso forte salvo os praticantes de snowboard? Não se usa pra nada! Bom, reclamações à parte, não tinha jeito, tive que aturar a dor.

Fomos almoçar. Boca livre num hotel, 1300 ienes (mais ou menos 13 dólares, poder de compra equivalente a 13 reais no Brasil, creio eu). Lá só tinham os gringos, em maioria vindos da Austrália, e alguns japoneses. Barriga cheia, pausa de 30 min, voltamos à descida. Achamos um circuito de iniciantes, deu pra treinar mais daí e começar a pegar confiança. E, claro, "pegar confiança" significa "cair mais e mais forte". Dei uma barrigada no chão que achei que ia morrer, mas como coloquei gelo na mesma hora da queda (ou "o gelo foi 'gentilmente' colocado no momento em que atingi a neve"), deu pra superar.
Sol se pondo, retornamos à pousada, comemos, mais uma rodada de ofurô e às 9:00 já estávamos dormindo. Para vocês verem o que é cansaço, não teve nenhuma "hora da zoação", tão pouco alguém reclamando de ronco ou de não conseguir dormir. Dormimos bem. (continua)

5 comentários:

alê disse...

AHUAHUAHUAHUAHUA
a barrigada foi tão forte assim, leke? eheheh
powww brincar na neve cansa bagarai, mas é uma delícia!
adorei o avião pokémon, adorei os gorrinhos de Wally! estou na espera pelo próximo post ;-)
beijão!!!

laly disse...

Sapateadores. Nós tb desenvolvemos esse músculo oposto ao da panturrilha, que sabe-se lá Deus q nome ele tem. Viu, se tivese pegado umas aulinhas comigo... =P

Ou, tu num entra mais no msn naum? Nunca mais te vi online. Ainda tá vivo né?
Ficou sabendo daquela previsão duma grande tragédia que acometerá o japão no dia 13 de março? Vai atingir principalmente as cidades litorâneas. Que tal tu fazer um pequeno tour à Hong Kong nesse dia?? Na dúvida, eu tirava o corpo fora... né?

Otegami to omiyage, arigatou ne! =***

alê disse...

músculo tibial anterior =D
que tragédia seria essa? tsunami? se for, prepara a prancha de surf ;-)

Bel =] disse...

Aee finalmente li tudo q estava atrasado hehe =]

Aviao do pokemon eh palha hein!? heuehueh a cara do japao mesmo!

Espero o resto mto anciosa!

Bjos guri =****

Bel =P disse...

Caracaaaaaaaaa m senti mal ao ler o q escrevi!! sorry sorry sorry mesmo heuheueh
anSiosa! por favor neh!
aff x)

Bjos d novo =****