quinta-feira, março 23, 2006

Atenção: Nível de Desatualização vai subir!!!

Bom, prometi, prometi e nada da formatura. Caracas mal galera, mas hoje que fui postar algumas fotos o blogger resolveu não colaborar, e como eu tenho que desmontar meu pc ontem não dá pra ficar esperando. Mas assim que rolar eu posto!
Vou ficar um tempo sem postar (creio eu) uma vez que amanhã o pc vai pra Tóquio, deve chegar lá dia 25 ou 26 e depois até conseguirmos a internet deve demorar um tikim...

Mas bele, meu email do cel continua valendo, quem quiser me manda um mail perguntando que se eu escrever aqui em 2 tempos meu cel enche de SPAM.

Sobre os dias sem post, fui no Sam&Dave (boate ducarai daqui) pela última vez este fimde, cheguei às 9 da matina (normal), tive mais um dia de "instrutor de inglês para crianças", só que desta vez num programa do Kumon (sim, aquele método que todo mundo usa pra aprender matemática, mas eles ensinam altas matérias, dentre elas inglês), foi massa. Hoje fui na casa da minha professora conselheira também, o Diogo e o Corvo também foram lá pra tocar um horror com os mulequinhos. "Tia" Isoda pagou um rangoso massa pra nós lá, além de trocarmos uma idéia também. Comprei um mini-maçarico hoje também! Pra quem não me conhece direito, eu tenho um lado piromaníaco bem forte desde pequeno (mesmo torrando meu dedão com fogos de artifício aos 3,4,5 anos de idade, não lembro direito, e inúmeros outros acidentes), mas ele estava meio de lado pela falta de opções, a qual a venda de um mini-maçarico a gás portátil que atinge até 1300°C a 10 dólares caiu bem. Sim, já torrei altas coisas num espaço relativamente pequeno de tempo, e estou levando o Diogo pro lado negro da força também. Meu quarto tá um chaos, mas creio que de hoje 4h da manhã não passa, uma vez que tenho que encaixotar (praticamente) tudo. E nisso entra meu PC também, logo, falou galera!

Sempre que possível verei os comments, logo podem deixar que eu devo ir num cyber de quebrada.

Abraço a todos! Até o próximo post, se Deus quiser com fotos do novo covil da Yakuza Latina!

quinta-feira, março 16, 2006

fim da mutação

Calma galera, vou falar da formatura amanhã, hoje o dia não foi dos melhores. Acordei tarde, quer dizer, de tarde, resolvi dar uma caminhada, uma vez que a chuva não tava tão forte e eu tinha que devolver uns dvds, devolvi os dvds, a chuva ficou ESCROTAMENTE FORTE, meu tênis que era pra ser à prova d'água parecia uma esponja, tava um vento cabuloso, quase levando meu guarda-chuva, e pra completar o plug do meu ipod tá com mal-contato. Não obstante, ainda fui na loja de conveniências pagar as passagens pra Tóquio, tentei de tudo com a birosca do terminal e não deu certo, sem contar que a tia da loja ainda me fez falar com os caras do suporte técnico (imagina a pilha que eu tava de falar no telefone, ainda mais em japonês), que não ajudaram em nada, e quando eu fui conferir com o Diogo as informações, acabou a bateria do celular. Quanto ao tênis, fui no site da nike procurar alguma maneira de expressar minha indignação para com o produto deles e advinha só? Devem ter recebido tanto e-mail com reclamação que não tem mais e-mail do SAC. Até no site dos EUA tentei fazer contato, primeiro colocando que era do Japão (de cara fui vetado falando que eu tinha que entrar em contato com a nike japan e, para isso, me deram um NÚMERO DE TELEFONE, o qual provavelmente eu terei que falar em japonês), depois coloquei que era dos EUA e eles falaram que aquele email não é para reclamações, mande uma carta ou ligue para um dos números de atendimento ao cliente. Caracas, que vontade de ligar só pra dizer um "Vão se fuder vocês todos!". Mas bele, se meu dia está ruim, não quer dizer que eu não possa melhorar o de vocês:

6º estágio: Moita

Após soltar as trancinhas do "corn braided hair" e dar liberdade ao cabelo, quem disse que ele volta de cara ao normal? Hehehe, creio que "moita" foi a melhor definição, obrigado Alê!











7º estágio - Normal (?)

Nada como um bom banho para retornar as coisas ao jeito que eram antes. Bom, voltei ao normal, e logo agora que já estava me acostumando (e começando a gostar, diga-se de passagem) com o "corn braided hair"... Hmm, quem sabe uma próxima vez não faço de novo? Ou então qual será a próxima viagem? Hehehe, não, ainda não vou pintar meu cabelo de vermelho, verde, roxo, azul, ou qualquer outra cor.





Então é isso, post da formatura amanhã, resposta dos comments amanhã também. Mal aê galera, mas eu quero acabar logo esse dia que, apesar de curto, conseguiu ser uma bela M.E.R.D.A....

Formatura! mas antes...

... falarei sobre o dia de ontem, que foi a "preparação para a formatura". Como eu já havia decidido faz mais de mês que eu queria fazer alguma coisa esparra na formatura, e o meu alvo seria o cabelo, e eu não queria pintar/cortar, sobrou só mudar a forma. O escolhido foi aquelas trancinhas que fazem no cabelo, não sei se chama isso de dreadlock também porque essas ficam presas no couro cabeludo. Minha amiga disse que o nome disso é "corn braid" (ou algo assim, tava com um puta sono já), e um cabelo nessa forma é "braided hair". Se alguém sabe mais sobre os nomes, se eu escrevi errado ou algo assim, me avisa que eu corrijo. Ok, mas nome não é o foco. Vamos descrever entaõ os estágios de se fazer um cabelo desses:

1º estágio: Cidadão Normal
Como o nome já diz, ainda não mudou nada... Logo, para fotos referentes à este estágio, vide outros posts.


2º estágio: Indo para o lado rosa da Força
Separa-se o cabelo em dois, para poder fazer as tranças alinhadas. A separação é mantida com duas liguinhas formando uma "maria chiquinha". Pesquisas comprovam que passar por esse estágio após 11h da noite, já estando cansado e com uma câmera digital por perto resulta em fotos, digamos, asquerosas (ver foto ao lado)







3º estágio: Tchau forma anterior!
"Que que essa tia tá fazendo no meu cabelo, mãããe?" é a frase que vem na cabeça nessa hora. Começa a vir aquela dúvida de "que que eu tô fazendo aqui??" ou "que furada que eu me meti??". Como tudo na vida, dói um pouco no começo, mas depois acostuma.








4º estágio: Meio feito ou meio ferrado?

Atinge-se 50% do "progresso". Bundar agora ou nunca. Mas como as pessoas em geral pensam "ah, já vim até aqui, desce tudo agora!", deixa o bonde seguir... (o dedo na foto é da mina que tá fazendo isso no meu cabelo...)









5º estágio: Tá feita a Cagada!
Tchans! Temos um menino com o "corn braided hair"! O que que eu tava pensando na hora que eu tirei essa foto? A propósito, antes que venha algum comédia fazer graça, não, eu não estou sob efeito de nenhuma droga da classe dos canabinóis não, são duas noites dormindo pouco (apesar de estar de férias, tive que acordar cedo esses dias). Mais uma vez temos o dedo de nossa artista, mas não somente com uma mão, temos agora com as duas! Não me culpem, estão fora do meu campo de visão, não fiquei sabendo disso na hora.



O 6º e 7º estágios eu coloco depois, quando eu tirar as liguinhas e quando tomar banho. Espero que não tenha que ter um 8° pra voltar a como estava antes...

O da formatura mesmo, eu posto amanhã, tô com um senhor sono agora galera, foi mal, não costumo deixar post no meio (e não venham fazer referências ao de Hokkaido), mas imaginem se eu já tava pregado ontem quando eu fiz o cabelo, fui dormir às 3:30 que assistimos "Beleza Americana" (filme bacana, a propósito) e tive que acordar às 7:45 pra me arrumar pra formatura. No mais, abraço e amanhã eu posto a próxima!

domingo, março 12, 2006

Futebol Japonês: Gamba Osaka!!!


"Foi porreta!!!" * ( significa: confira lááá embaixo depois) define bem o dia de hoje. Mas primeiramente o nosso cordial "olá fans, tudo bem?".

Olá fans, tudo bem? Não sei se dá pra perceber, mas tô feliz bagarai. Como diz o título, hoje teve jogo do Gamba contra o Cerezo, dois times de Osaka, os quais, quando jogam juntos, formam um clássico do tipo FlaFlu ou GreNal. Gamba é o time que tem sede aqui em Suita, uma das cidades da Grande Osaka, o qual fazia tempo que eu estava atrás de uma partida para assistir. Sim, como "alguém nascido em Osaka" ** eu torço para um dos times de futebol da casa (no caso, Gamba, que é da minha cidade) e um de beisebol, o Hanshin Tigers.

O atual Gamba, apesar de criado em 1991, já tem tradição, tem pelo menos uns 3 jogadores brasileiros no meio, Fernandinho, Magno Alves e não sei quem mais, sempre esteve na Primeira Divisão da J-League***, ganhou o título de 2005 tendo como segundo lugar seu arqui-rival Cerezo Osaka, tem como uniforme principal uma camisa azul com listras verticais pretas, e uniforme secundário todo branco com detalhes em azul. E uma torcida bem organizada, diga-se de passagem.


Cheguei ao estádio, algo como 1:30 antes (13:30 GMT+8) para pegar lugar mais à frente. Estava chovendo um pouco, mas o Estádio de Nagai (casa do Cerezo), felizmente na parte onde eu estava, possui cobertura. Não haviam muitas pessoas ainda (hmm, 10.000 talvez), mas as cheerleaders faziam sua apresentação. Interessante, bem animado o estádio, um sistema de som bem forte, telão colorido de um lado, telão monocromático do outro (o qual eu prefiro, parece mais com "estádio de futebol"), o único problema é que como era casa do Cerezo, só faziam referências ao time da casa, o que me deixou um pouco intimidado pela falta de imparcialidade. Mas beleza. Tava frio, achei que iria ser um dia quente e vim com um casaco leve. A torcida do Gamba começava a chegar, começaram a fazer barulho. Frio. Canções de torcida. Frio. Caracas, o frio tava desconcentrando fooorte, e ainda faltavam mais 20min para o pontapé inicial. Alusões ao Cerezo. Frio. Os times entram em campo. Meu corpo desiste de passar a informação "frio" por excesso de repetições. Bate um vento, o sinal de "frio" volta mais forte. Segundo um dos telões, o Gamba iria entrar com a clássica 4-4-2, sendo que os dois atacantes são os brasileiros citados acima, e o Cerezo com a arriscada 3-4-3, um tal de Aki (japa) como atacante e os outros eu não lembro.
Apita o juíz, começa o primeiro tempo! Cerezo sai com a posse de bola, ensaia um ataque, perde a bola, Gamba começa um contra ataque, algum iluminado dá um passe para Fernandinho e o brazuca emplaca 1 a 0 pro Gamba! A galera do Gamba, que já aparentava mais animada que a do Cerezo, aumenta o ritmo da torcida. Tambores dão o ritmo, um tio com um megafone incita os cânticos, muitas vezes direcionado ao time adversário, algo que eu pensava que japa não fazia, mas como estou em Osaka, o conceito pode variar bastante. De repente um cara com uma flauta ou ocarina toca alguma coisa, não sei se foi pelo poder do instrumento de sopro ou se foi uma coincidência de dar um silêncio, mas dava para se escutar fooorte, ao mesmo tempo que passava um frio na espinha, por não ser muito normal se escutar isso num jogo de futebol. Não sei se teve efeito, mas o Gamba pareceu jogar mais depois do colega fazer seu som. O jogo fica morno.
Para balancear o gol que o Gamba fez antes dos 5minutos inicias, o Cerezo, nos pés de Aki, faz um gol faltando menos de 5min para o final. Ambos os times dão o sangue, mas o primeiro tempo acaba em 1x1. "Ihh, acho que vai feder pro Gamba", pensei.
Beleza, belo 1º tem...FRIO. Como tiraram o "circo"****, o anãozinho que estava lá dentro da minha cabeça voltou a lembrar a condição incômoda.
Começa o segundo tempo, agora o goleiro do Cerezo estava do mesmo lado onde eu estava, esperava ver mais algum gol. Estava esperando um, talvez dois. O brazuca do primeiro gol, em seu dia iluminado, emplacou mais dois gols pra contagem. 3x1, torcida do Gamba agitadíssima, galera do Cerezo tentando esboçar alguma reação. De repente, o brilhante técnico do Cerezo, que iniciou o jogo com a perigosa formação 3-4-3, resolveu chutar o balde e foi pra 3-3-4. Como recompensa à sua inovação, Magno Alvez (Gamba) marcou mais 3, fechando o jogo em 6x1 para o time de Suita. A investida do Gamba só parou com o apito do juiz para o fim do segundo tempo, que foi até os 48 minutos, sendo os últimos 5 de desespero para a parca defesa do Cerezo.

Avaliação quanto ao futebol japonês: caracas, não sou o crítico de futebol, tão pouco sou fã aficcionado, mas gostei do estilo. Os japas (e gringos no meio) não são muito de deixar a bola sair, ou de chutar pra fora, defendem até o final. Falando nisso, a defesa pareceu trabalhar bem, arriscaria dizer que a do Gamba foi melhor que a da Seleção, que incrivelmente ainda conta com nosso "bom" e velho Roque Jr. Sem contar o Aki (Cerezo), os atacantes costumam ajudar no meio-campo também, não são de ser muito banheiristas (ponto que me surpreendeu no Gamba, com 2 brazucas no ataque), os meio-campistas correm bem e os goleiros fazem a atuação normal. Hmm, mas falta ainda um Robinho ou Ronaldinho Gaúcho para dar aquela graça no jogo.
Saldo final: ducaraio!!! Espero ver algum jogo do Gamba em Tóquio e deixar os moradores de lá revoltados com o gringo que torce pro time da outra cidade.

Depois disso, pra completar meu final de semana da gula, fui num restaurante italiano e comi bagaraaaai. Ontem, fui num restaurante de yakiniku. Yakiniku é, digamos assim, uma espécie de churrasco. Só que as carnes vem em pedaços menores e se assa com o auxílio de uma grelha. Como carne não é muito barato, ir em um restaurante desses normalmente é caro. Eu não diria que foi barato, mas com certeza o que eu comi de carne (avalio em mais de 1kg) em duas horas de boca livre devem ter barrado fácil os 3.000 ienes (30 dólares) que eu paguei pra ter comida e bebida liberada. Saí pesaaaado, ainda tive que bater uma corrida até a estação que já tava atrasado pra um boliche que eu ia jogar com o geral da minha sala. Caracas, fazia teeempo que eu não jogava, e o resultado da primeira foi até satisfatório: fiz 107 ponto. A segunda foi uma desgraça, não lembro quantos pontos mas abaixo de 100, talvez até abaixo de 90. Valeu a diversão!

Bom, estou a caminho da formatura, dia 15 agora... fotos virão! Aguarde e confie!
Um grande abraço a todos!


* Por Sandro Galtran, se alguém conhece/lembra de Holy Avenger.
** Coloco entre aspas, uma vez que eu posso dizer que meu ano aqui no Japão se equivale ao desenvolvimento desde o nascimento até... hmmm, final do segundo grau, de um ser humano, já que eu conheci um lugar novo, com pessoas novas, tive que ser alfabetizado, aprender uma língua nova, conseguir tudo que já havia conseguido na minha "vida anterior" novamente e aprender e novos hábitos, costumes e cultura. Equivale à um nascimento, logo, como "japonês", sou de Osaka.
*** J-league - Seria o "Campeonato Brasileiro" do Japão, criada em no ano de 1993 para incentivar o futebol profissional no Japão. Não tenho certeza da data, mas foi o que um amigo meu me falou.
**** de "pão e circo", política do governo do Império Romano para entreter cidadãos, fazendo-os assim não pensar nos problemas. dava certo, assim como estava dando com meu cérebro.


Ps: se eu lembrar, vou tentar tirar meu excessivo número de parêntesis do texto e move-los para a parte de baixo, em forma de asteriscos. Se ficar ruim, volto ao que era antes (para comparar, imagine esses textos dentro de um parêntesis no texto principal, como este)

quinta-feira, março 09, 2006

Após longa data...

Tá, tô sem fotos que eu tô esperando nego me mandar os memory sticks pra eu copiar, sempre esqueço de levar a câmera...

Ah, claro, já ia esquecendo. Fala galera, beleza? Sim, atrasado de novo, não, sem nada fantástico pra contar. Estou de férias, só esperando a Cerimônia de Graduação (hehe, essa eu vou ter fotos), tô ficando pobre, acho que já achamos um ap que vai servir à nós. Opa, quanto a AP, dia 18 e 19 de Fevereiro fomos a Tóquio procurar ap e tal. Fomos recebidos pela antiga Host Family do Diogo, os Suzuki, que por sinal foram pra lá de gente boa, gastamos de longe umas 18h procurando e negociando aps, especialmente na Imobiliára que estamos fechando negócio agora, a qual Sr.Yamada está servindo de "cara que nos ajuda a fechar negócios". Tivemos que arrumar 3 fiadores japoneses, o que não foi nem de perto fácil, mas conseguimos, vetaram nosso apartamento, ofereceram outro e acho que vamos conseguir agora. Fica a no 5º andar de um prédio, que por sua vez fica a 6min da estação, que por sua vez fica 1:20 da minha escola. O lugar é bonito, pelo menos. Não sei do AP, que vimos por foto só, já que ele nos foi apresentado como proposta depois de voltarmos pra Osaka e receber a notícisa do veto. Ok, ok, agora tudo bem, creio eu. No mais é isso mesmo de passado, tiveram outras coisas comédias que não consigo me lembrar agora, mas depois eu posto de novo, fora de ordem, claro, do jeito que funfa minha cabeça.

Hoje assisti "Narnia" no cinema. Foi massa, uma vez que não estava nos meus planos fazer nada hoje, mas como fui ao colégio pra almoçar lá perto e trocar idéia com umas profs e elas me falaram que duas amigas minhas haviam acabado de sair de lá, juntei com minhas amigas e fui. Compramos os tíquetes, esperamos, entramos. Na porta, como já estava nos trailers, um dos caras da porta explicou, em japonês, que era pra tomar cuidado ao entrar, pra não tropeçar e tal. Rotina. Passando pelo porta, o outro cara virou e falou "Speak in Japanese". Como o inglês dos japas muitas vezes deixa a desejar, imaginei que significava "você fala japonês?" com o intuito de conferir se eu entendi a mensagem do outro. Logo, eu virei e respondi (em japonês) "Ah, tá di boa, eu entendo mesmo, não precisa falar em inglês" e entrei. Quando estava perto da cadeira a ficha caiu. Voltei pra entrada correndo. "Vem cá, isso tem legenda?", "Não, 'Speak in Japanese'". Ka-chen! "Speak in Japanese" = "Dublado", no inglês do cara. Chamei minhas amigas e os caras foram correndo achar uma sessão que passase com legenda. "Infelizmente" a próxima sessão já estava lotada, salvo os Acentos Especiais. Como foi um erro deles não avisar que era dublado (po, com meu instindo brazuca, tava di boa achando que eu tinha rodado por conta própria) eles trocaram de graça pra nós. Hehehe, eu tenho foto disso, mas como tá no meu cel eu posto depois, ok? Tirando isso, o filme é ducaraio, valeram a pena os 1500 ienes (apesar de eu achar salgado).

Amanhã tem uma aula de manhã só, a fim de limpar a sala e a professora conselheira dar os últimos avisos antes da formatura, e depois volto a ser livre.

Abraços galera, agora que estou mais vagal, prometo que vou TENTAR (veja bem: TENTAR) postar com mais frequência. Um grande abraço a todos!